Carlos Apolinário, criador do "Dia do Orgulho Hétero", lutará pelo fim da Parada Gay na 'Paulista'

Segundo a colunista da Folha, Mônica Bergamo (exclusivo para assinantes da Folha e UOL), de ontem (4), o vereador Carlos Apolinário vai lutar pela proibição da Parada do Orgulho Gay na Av Paulista. Apolinário é o criador do projeto que criava O Dia do Orgulho Hétero que foi vetado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.
Na coluna, ilustrada com uma foto de Apolinário com seu cabeleireiro homossexual, o vereador diz que convive com '12 homossexuais toda sexta-feira', que existe um 'acordo informal para que todos aprovem duas propostas de cada um deles por semestre' e que 'muitas são votadas sem que a maioria saiba do que se trata'. O vereador ainda reclamou que a imprensa só noticia quando há algo de errado, quando existe uma proposta boa, não vira notícia. Pai de dois filhos, casado há 38 anos e vaidoso.
Carlos Apolinário vai se aposentar no ano que vem e diz que é o mais discriminado "sempre falam: 'Apolinário, evangélico'" e que decidiu se candidatar após ver inúmeros políticos distribuírem panfletos nas igrejas e depois sumiam 'por que não um candidato da própria igreja?'

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.