Líder envangélico diz que não deixará 'Fernando Haddad' em paz um minuto por 'kit anti-homofobia', segundo VEJA

Reprodução de imagens exibidas pela Rede Globo
Segundo uma nota na coluna RADAR da revista VEJA, que chegou às bancas hoje "A Assembleia de Deus, a maior fatia entre os evangélicos, decidiu infernizar a vida de [Fernando] Haddad" quando sua campanha a Prefeitura de São Paulo for lançada. Tudo isso, por que, Haddad foi o responsável pelo kit ant-homofobia, vetado pela presidente Dilma Rousseff (em 25 de maio), que ainda segundo a revista, por pressão dos evangélicos. "Não vou deixar o Haddad em paz um minuto" disse um líder evangélico segundo a coluna de Lauro Jardim. É apenas uma amostra do que vêm por aí no próximo ano, ano de eleições.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.