Príncipe Harry defendeu asoldade de ataque homofóbico no Canadá


A história contada por Lance Corpoal James Wharton no livro 'Out in the Army', livro recém lançado, mostra a solidariedade do príncipe Harry ao soldado canadense que estava sofrendo ameaçadas de morte em 2008.

Wahrton conta que durante meses sofria ameaçadas de seis soldados, devido a sua sexualidade. Contou para Harry aos prantos o que estava acontecendo "Eu acho que estou prestes a ser morto pela infantaria" segundo reportagem do portal de notícias F5, que se baseia em reportagem do jornal Daily Mail.

"Ele disse: Eu vou resolver essa merda de uma vez por todas'" conta o ex-soldado que disse ainda ter uma enorme dívida de gratidão com o Príncipe "Ele estaa com um olhar de espanto. Eu não conseguia conter as lágrimas" disse. "Sempre serei grato ao Harry e nunca esquecerei o que aconteceu" completou.
Wahrton serviu no Iraque e foi um importante ativista gay na Europa, Reino Unido e Estados Unidos, o livro tem lançamento previsto para 17 de junho nos Estados Unidos.
Tecnologia do Blogger.