"Eles tiram a calcinha pela cabeça", diz Eduardo Bolsonaro sobre Jean Wyllys

Uma confusão entre Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ) rendeu uma cusparada de Jean contra Bolsonaro, que não foi atingido. Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) que votou "em nome dos coronéis de 1964" disse que "Jean tentou cuspir no meu pai porque ele estava falando 'tchau querida, tchau, queirda'. Eles é que têm o discurso do ódio. Eles falam na tribuna de [Carlos] Marighela, quando meu pai falou de Coronel Ustra. Eles tiram a calcinha pela cabeça", disse Eduardo, que ainda tentou segurar Wyllys pelo braço na saída do Congresso.
Wyllys decidiu pela cusparada "Eu cuspiria na cara dele quantas vezes eu quisesse. Não temo enfrentar processo. processo tem que enfrentar quem é machista, quem promove a violência, quem defende a memória Brilhante Ustra", completou Wyllys, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.