#Oscar: Em 2001 Fernanda Montenegro ganhava um Oscar, na ficção

Fernanda Montenegro durante a apresentação das atrizes na categoria "Melhor Atriz" (reprodução)
Em 1999 a atriz Fernanda Montenegro concorreu ao Oscar de Melhor Atriz por sua atuação no filme Central do Brasil, de Walter Salles Jr. Foi a primeira vez que uma atriz brasileira concorria ao Oscar nesta categoria, porém, Fernandona perdeu para a atriz  Gwyneth Paltrow, pela sua interpretação em Shakespeare Apaixonado.

Cadeira reservada para Fernanda Montenegro na premiação do Oscar em 1999.
Mas em 2001, Silvio de Abreu - hoje diretor de teledramaturgia diária da Globo -, resolveu fazer uma brincadeira e homenagem à atriz, sua parceria de muitas novelas, e deu ao Oscar à atriz em uma cena da novela, em que a personagem Lulu de Luxemburgo vencia na categoria direção de arte, assista abaixo:

Em 2002 o cantor Carlinhos Brown e Sergio Mendes ainda concorreram ao Oscar de melhor canção pelo filme "Rio", e perderam para Os Muppets. Outros filmes concorreram ao Oscar de melhor filme estrangeiro: “O pagador de promessas” (1963), “O quatrilho” (1994) e “O que é isso, companheiro?” (1998).

O filme “O beijo da mulher-aranha” (1986) foi indicado como melhor filme e seu diretor, Hector Babenco, também concorreu. A direção de “Cidade de Deus” garantiu a Fernando Meirelles uma nomeação entre os diretores, além de fotografia, melhor roteiro adaptado e melhor edição.

O Brasil teve outra indicação em 2005, o filme dirigido por Walter Salles Jr. "Diários de Motocicleta", como melhor roteiro adaptado e canção original, e venceu nesta segunda categoria.

Em 2010 o documentário "Lixo Extraordinário" concorreu como melhor documentário. Em 2003 como melhor curta de animação com "Gone Nutty" e "Uma história de futebol" como melhor curta de animação em live-action. Em 2016 o filme "O Menino e o Mundo" concorreu na categoria Melhor Animação.

O Brasil ganhou o Oscar em 1959 com "Orfeu negro", de Marcel Camus, inspirado na obra de Vinícius de Moraes, foi considerado o melhor filme estrangeiro, mas o crédito ficou com a França por ser um filme de co-produção com a França e Itália.
Tecnologia do Blogger.