"A cracolândia aqui acabou", diz João Doria em ação higienista - geraldopost

Opinião, Informação e Entretenimento.

"A cracolândia aqui acabou", diz João Doria em ação higienista

"A cracolândia aqui acabou", diz João Doria em ação higienista

Share This
O Prefeito da Cidade de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que manhã deste domingo (20) que a cracolândia acabou, a fala se deu após a megaoperação que prendeu 38 pessoas na manhã deste domingo - dia da Virada Cultural na cidade -, movimentando a região central. A Sala São Paulo que fica na Praça Julio Prestes, manteve seu evento matinal, o Sesc Bom Retiro, que fica a duas quadras da rua Helvétia, fechou as portas cancelando toda a programação do dia.

"A cracolândia aqui acabou, não vai voltar mais. nem a prefeitura permitirá, nem o governo do Estado", disse o prefeito ao caminhar pelas ruas da região. Doria ainda decretou e retirou a placa do programa "Braços Abertos", da gestão anterior, de Fernando Haddad (PT), mas manterá ações do programa anterior com o nome "Rendenção". Ficará a cargo da policia Guarda Municipal.

A ação envolveu 900 policia, helicópteros e bombas na região da cracolândia que englobava as ruas alameda Cleveland, Dino Bueno e Helvétia. Das 38 pessoas presas 28 delas estavam nestes ruas. Segundo secretária municipal de Saúde, Wilson Pollara 'será feito policiamento ostensivo para evitar que os dependentes químico voltem a ocupar as ruas'.


Desde o dia 10 de maio, dia que da última operação na região com bombas, fogo e correria na região, o bairro Campos Elíseos está cercado de polícia e guardas municipais, além de seguranças da Porto Seguro, empresa privada, que fica nas ruas da região para garantir a segurança dos mais de 5 mil funcionários. Na sexta-feira (19) viaturas policiais eram vistas na praça Júlio Prestes, nas esquinas das ruas Alameda Glete com Cleveland, e alameda Dino Bueno com a Nothmann.


Segundo o jornal Folha de S. Paulo o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Filipe Sabará, "Eles [traficantes e dependentes químicos] não vão voltar pra cá", resta saber onde irão ficar estas pessoas, que estão espalhadas pelas praças Júlio Prestes e Princesa Isabel.

Como disse o prefeito João Doria "A cracolândia aqui acabou", se referindo às ruas Alameda Glete, Alameda Cleveland e Alameda Dino Bueno, mudou apenas para poucos metros.

Pages