About Me

CARNAVAL 2012: Confusões e protestos, será que vai dar samba?

Moacyr Lopes Junior
Quantos dias faltam para o Carnaval, me peguei fazendo esta conta, mas acabei caindo em uma armadilha. Afinal, quando começa o Carnaval? Nunca se sabe, Carnaval é oficialmente dia 21 (terça), mas todos sabem a folia do rei Momo, das passistas, das baianas, do mestre-sala e da porta-bandeira começa bem antes, quem não ficou com vontade de cair na folia com a prévia que o Rio de Janeiro, deu no último final de semana?
Pois então, o Carnaval de 2012, pode entrar para a história como o mais violento e turbulento. A greve dos policiais militares na Bahia, mostra o total desconforto que a classe trabalhadora, explorada e mal paga, a situação é mais complicada do que imaginamos, afinal, não estamos na situação deles, para saber o quanto sofrem para dar segurança a população. Ontem, no Jornal Nacional, uma gravação mostrava o planejamento da greve migrar para outros Estados.
Sempre teremos - pelo histórico corrupto que temos desde a história do descobrimento do Brasil - os corruptos que burlam a lei, mas não devemos deixar de acreditar na polícia, por mal falha - como qualquer órgão - possa ser.
O Carnaval, por movimentar muito dinheiro, sempre é visado, seja ele na Bahia, em São Paulo ou Rio de Janeiro, quem não se deparou com as prisões dos presidentes de escolas de samba, indo para a cadeia ano passado, por lavagem de dinheiro? Pois então, dinheiro não falta para esta festa cultural, assim como não falta, gente querendo se divertir, assim também, como não falta também, dinheiro nas contas 'fantasias', malas, aviões e cuecas de governistas.
Mas no fundo, no fundo. O que falta no Brasil é militância, não vou levantar bandeira a favor ou contra qualquer classe aqui, mas sim, levantar a bandeira a favor da democracia, afinal, enquanto aceitarmos tamanhos desrespeitos com nossos bolsos, iremos compartilhar a roubalheira.
No final de tudo, pelo histórico que 'temos', os protestos continuarão dando samba.

Postar um comentário

0 Comentários