About Me

COTIDIANO: No auge dos problemas, CPTM e Metrô aumentam tarifas

Hoje é o último dia para que passageiros carreguem os Bilhete Único para pagarem com descontos
O valor do bilhete da Companhia de Trens Metopolitanos (CPTM) e o Metrô vão aumentar a partir de amanhã, será um aumento de 3,45%, passando de R$ 2,90 para R$ 3, quem quiser pode carregar R$200 (valor máximo por cartão) no bilhete único e continuar pagando com o valor atual de R$ 2,90 até o término da carga.
Segundo reportagem da Folha, deste sábado "as empresas justificam que o reajuste é necessário para manter o equilíbrio financeiro, já que seus custos foram aumentados nos últimos 12 meses."
O valor da integração passará de R$4,49 para R$4,65, aumento de 3,65%.
ANÁLISE
Acidente em Julho de 2011, com 42 feridos e que culminou a demissão do condutor (Juca Varella)
Acidente entre dois Trens em Itapevi (GdeSP) com quatro feridos (Eduardo Anizelli)
Baldes para sanar as goteiras na estação do Metrô (Luis Carlos Murauskas)
O aumento da tarifa da CPTM e do Metrô, a partir de amanhã, é um dos maiores absurdos e injustiça da atualidade, claro que o senso comum culmina a achar isso, mas pensando sobre o assunto, este definição é compreensível, afinal, tanto na CPTM quanto no Metrô o usuário vive um grande descasos.
A CPTM por exemplo, nos últimos meses está colecionando acidentes com seus Trens, o que acaba deixando a população em segundo plano, e o pior deixando muitos feridos, como aconteceu no acidente (foto acima) que deixou quatro vítimas, quando um trem bateu no outro em Itapevi (Grande São Paulo) em 26 de janeiro. Na ocasião um trem bateu na outro, que vinha em sentido contrário, para fazer uma manobra.
Isso sem contar com as enchentes, que sempre acontece na Linha 10-Turquesa, entre as estações Utinga e Prefeito Saladino, no ABC Paulista. Em 12 de Julho de 2011, 42 pessoas ficaram feridas quando dois trens se chocaram na estação Barra Funda na Zona Oeste de São Paulo, na ocasião o condutor do trem foi demitido.
Além é claro da greve que parou a metrópole em Junho de 2011. Infiltrações com goteiras são cada vez maiores na estação Consolação, por exemplo, funcionários improvisam com baldes para sanar as goteiras, no meio das plataformas.
O pior disso tudo, não é o aumento abusivo das tarifas, do descaso e das goteiras e sim da comodismo da população quanto ao assunto, claro que se compararmos com o histórico de anos atrás, quando trens eram cada vez mais escassos e Metrô não tinha baldeações, nós estamos progredindo bastante, mas no mesmo patamar que este progresso tem acontecido, tem acontecido também casos e mais casos de acidentes e descasos conosco cidadãos.
As eleições municipais estão chegando, o que talvez não adiante muito, afinal, ambas companhias são administradas pelo Governo Estadual, mas pode ser o começo de um basta da população, que está com cada vez mais poder nas redes sociais e internet.

Postar um comentário

0 Comentários