OPINIÃO: É a Glória é 'Salve Jorge'

Salve Jorge começa com epílogo, mostra Morena (Nanda Costa) - a protagonista da novela - sendo leiloada por um bando de aliciadores, são vários homens tentando comprar o esbelto corpo da personagem, a novela volta oito meses e mostra a situação da invasão do Morro do Alemão e entra Dira Paes, linda de viver.
É uma apresentação de personagem bem no estilo de primeiro capítulo novela, mostra situações e apresenta seus personagens, a crítica da mãe 'foi arrumar filho aos 14 anos' mostra uma realidade bem mais comum do que se imagina. É Giovanna Antonelli, Thammy Gretchen, Rodrigo Lombardi, André Gonçalves, Alexadre Nero e por fim Claudia Raia, todos se destacam, ninguém fica devendo nada, é bem estilo Glória Perez de ser.
A trama é um novelão das antigas, o vilão está posto no seu lugar, a mocinha idem. Impossível não torcem pelo amor de Téo e Morena, são ambos atores tão bem nos personagens que conquistam logo de cara. Glória como sempre dá um show de humanidade, raridade nas duas últimas novelas, que mostravam o irreal e nem por isso eram menos pior.
A autora dá voz aos que não têm voz, levanta bandeiras, bota o dedo na ferida e faz do horário nobre, algo muito além de vender tintura de cabelo. É a discussão social tão bem empregada que muito em lembra Janete Clair e Ivani Ribeiro, é talvez a última dos moicanos em que legítimo novelão permanece no horário nobre.
É a Glória, é Salve Jorge.

PUBLICIDADE

Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes