Ataque terrorista mata 39 pessoas no Quênia


Homens armados invadiram neste sábado, 21, o shopping Westgate, na capital do Quênia e abriram fogo, transformando o shopping em uma praça de guerra, segundo reportagem do site da revista Veja, existem ainda 36 reféns no prédio, aos menos 39 mortos e 150 feridos.
O ataque foi assumido pelo grupo terrorista Al Shabab, ligado a Al Qaeda, quinze anos dpeois de ter deixado 213 mortos em Nairóbi, o objetivo é o mesmo 'eliminar estrangeiros'.
O Twitter oficial do grupo terrorista está fora do ar, mas outro com nome parecido e com mais de 3 mil seguidores, que informou que 'sofreram outra grande baixa: perdeu a conta do twitte'.
Em comunicado oficial o presidente do Quênia Uhuru Kenyatta pediu para que "Doem sangue, deem conforto às famílias [...] Fiquem calmo e vigilantes" e disse que "o terrorismo é uma filosofia de ovardes", o Quênia tem sofrido ataques desde 1998, antes mesmo do surgimento do grupo Al Shabab, a embaixada americana foi alvo de terroristas 'em comemoração' ao oitavo ano da presença as forças armadas americanas na Arábia Saudita.
Desde 2011 uma série de ataques, de menores intensidades, sacodem o Quênia, em 24 de outubro de 2011 uma granada foi jogada em um bar matando uma pessoa e ferindo 20, no mesmo dia outra granada foi jogada em um carro e matou cinco, em frente a um terminal de ônibus em Machakos. Em março de 2012 um ataque matou seis pessoas e deixou 60 feridos, no ano passado, em julho, homens mascarados mataram 17 pessoas em duas igrejas.

PUBLICIDADE

Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes