About Me

#Copa2014: Haddad critica vereadores publicamente após ser derrotado


A prefeitura de São Paulo usou uma propaganda de rádio para "culpar" os vereadores que votaram contra o feriado na próxima segunda-feira, dia 23
O Prefeito da Cidade de São Paulo, Fernando Haddad (PT) criticou através de uma propagando de rádio os vereadores que votaram contra seu decreto de ser feriado na próxima segunda-feira (23), os vereadores votaram, contra seu decreto.
O prefeito tentou fazer feriado na próxima segunda-feira após o grande congestionamento que a cidade enfrentou na terça (17) quando a Seleção Brasileira enfrentou o México.
Ainda na propaganda o Prefeito pede que o empregadores liberem seus funcionários de forma escalonada e nesta sexta (20) representantes da Prefeitura terá reuniões com associações e entidades que representam os comerciários, supermercados e bancos para negociar horários alternativos de trabalho, segundo reportagem do Estadão.
O JOGO
Na segunda-feira a Holanda enfrenta o Chile na Arena Corinthians, na zona leste da cidade, às 13h, depois às 16h o Brasil enfrenta os Camarões, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.
A Radial Leste ficará interditada das 7h às 17h, Haddad decretou ponto facultativo na administração pública e estendeu o rodízio (carros com final das placas 1 e 2) entre 7h e 20h. "Quem puder, escalone a liberação de seus funcionários, adie trajetos pela cidade, de segunda para terça, e assim por diante."
NO RÁDIO
Na propaganda pela Rádio a prefeitura avisa que está "buscando alternativas" já que "a Câmara não aprovou o feriado", a base aliada não fez "quórum" para a votação na quarta (18), para Haddad "poderia ter votado contra, mas ao menos dado quórum. A oposição tem confundido os interesses da cidade com interesses políticos partidários" o líder tucano Floriano Pesaro retrucou "O prefeito tem tentado de forma recorrente jogar a culpa de seus problemas para a Câmara ou para a Justiça" e completou "O próprio líder do PT (vereador Alfredinho) reconheceu ontem que a base não deu apoio. Também, a base está enlouquecida com a falta de prioridade desse Governo."
A Secretaria Municipal de Comunicação evitou polemizar "Não se trata, de jogar a culpa no Legislativo" ainda segundo o Estadão.

Postar um comentário

0 Comentários