About Me

"Eu sou contra a Parada Gay, acho que não tem que ter isso. Não existe Parada Hétero" diz Paulo Gustavo

O humorista Paulo Gustavo deu uma entrevista para a Revista Quem e entre outros assuntos falou ser contra a Parada Gay "Eu não teria problema em falar se sou gay ou se sou hétero. Mas acho que ficar levantando bandeira para esse assunto é que gera o preconceito. Eu sou contra a Parada Gay, acho que não tem que ter isso. Não existe Parada Hétero. Acho que, com isso, a gente fica só valorizando os idiotas. Os que são preconceituosos devem ser ignorados simplesmente."
Alguém precisa explicar para o comediante, sensação do novo humor no Brasil, que a Parada Gay existe justamente por ser um grupo de pessoas que sofrem preconceito, assim como os negros e mulheres, que têm na agenda nacional o dia da consciência negra e dia da mulher.
A postura do ator é parecida com o do astro da MPB, e um dos maiores intérpretes da nossa música, Ney Matogrosso, que já fez a mesma declaração, mas com viés bem diferente.
Ney disse certa vez que é contra a Parada Gay por ver que muitos vão aos eventos para mostrar os corpos malhados do que para militar. Apesar de ser gay assumido o cantor entrou na dicussão com um discurso no mínimo coerente, vou tentar ler em algum lugar - pois não irei compra-la - para ler por completo a entrevista, que quem sabe me venha em um contexto um pouco melhor.
Haja paciência.

Postar um comentário

0 Comentários