About Me

Canal Viva corta fala racista em reprise do "No Limite"

O ex-participante Marcus Werner Vianna do programa No Limite, que está sendo reprisado às quintas-feiras, às 23h, pelo Canal Viva, entrou na justiça pedindo que sua fala chamando o colega do programa, Amendoin (Paulo César Martins), de "crioulo" fosse cortada da reprise, sob pena de multa.
Vianna que hoje é formado em direito entrou na justiça alegando "direito ao esquecimento" e que "não poderia imaginar que a edição viesse a prejudicá-lo dessa forma, não tendo condições de passar por esses contratempos novamente", segundo a colunista da Folha, Lívia Mesquita.
Na época Vianna disse em entrevista ao Jornal nacional que "ele não iria entender se o chamasse de afro-brasileiro" e que a fala era como 'como faria em numa partida de futebol'.
Em entrevista à Folha, na época, o então líder comunitário da Rocinha Paulo César Martins disse "queremos uma pena de serviços à comunidade para que o Marcus conheça o quanto a gente luta na favela".

Postar um comentário

0 Comentários