Walcyr Carrasco mente e Glamour Garcia não é a primeira trans a fazer trans na TV

O autor Walcyr Carrasco usou as redes sociais para anunciar que pela primeira vez uma trans fará uma personagem trans na televisão brasileira, o que é uma meia verdade. Glamou Garcia, que entrou no ar ontem (29), encerrando-se capítulo de “A Dona do pedaço”, viverá a personagem Britney. Um jovem que vai estudar em Ribeirão Preto e volta para a cada dos pais após assumir uma Nova identidade de gênero.

A primeira vez que uma trans fez um papel de trans na telenovela brasileira foi em Tieta (1989), quando Rogeria fez a personagem Ninete. Na trama, Ninete era secretaria de Tieta (Betty Faria), que quando chegou em São Paulo, após ser expulsa de Santana do agreste (BA), formou uma nova vida na capital paulista. Saltando para 2012, a atriz Maria Clara Spinelli viveu Anita, transexual enganada por traficantes de pessoas com a promessa de cirugia de resignação sexual e foi trágicas e prostituída em “Salve Jorge”. Depois em 2017, na novela “A Força do Querer”, a atriz Jane Di Castro, viveu a personagem com o mesmo nome que ela é dava conselhos e orientações para Nonato (Silvero Pereira).

A informação de Walcyr, publicada na manhã desta quinta (30), conta uma meia-verdade (o que para muitos se trata de uma mentira), já que apesar de Ninete e Jane, já terem sido vividas por trans a vida real, elas fizeram apenas participações. Mas Walcyr, usa as redes sociais para, usando de artimanhas do termo “pinkmoney”, para se promover. Como se diz nas redes sociais, um close erradíssimo.

Evolua Walcyr.

PUBLICIDADE

Instagram

Designed by OddThemes | Distributed by Blogger Themes