About Me

Trilha sonora de 'Por Amor' vendeu mais de 610 mil de cópias e foi considerada fracasso


A novela Por Amor tem uma das trilhas sonoras mais clássicas da telenovela brasileira, um dos inúmeros casos de que música, imagem e enredo casaram perfeitamente. Na trama de Manoel Carlos, ouvimos insistentemente 'Palpite' de Vanessa Rangel, 'Só Você' na voz de Fábio Jr. e 'Per Amore' na voz de Zizi Possi, estas são, sem sombra de dúvidas as músicas mais tocadas da novela. Isso sem contar o tema de abertura, é claro.

PUBLICIDADE
Em uma reportagem na revista Época de 2001, Guto Graça Melo conta que "A Vanessa Rangel sequer tinha gravado 'Palpite' quando a música estourou em Por Amor". A cantora abandonou a carreira de cantora e resolveu seguir a carreira de advogada. Em 1997,. a música ficou em segundo lugar entre as mais tocadas atrás apenas de Un-Break My Heart de Tony Braxton.

Já na trilha sonora internacional, a música mais toca é com certeza 'How Could An Angel Break My Heart' na voz de Toni Braxton. A trama de separação de Marcelo (Fabio Assunção) e Eduarda (Gabriela Duarte), impulsionou está contabilização. A trilha tocava parcial, instrumental e até mesmo em alguns casos quase que completa. A trilha internacional vendeu pouco mais de meio milhão de cópias e menos do que a trilha nacional, que 610 mil cópias.

Na época, a Globo decidiu mudar de estilo com a nova novela das oito, que substituiria 'Por Amor', a problemática Torre de Babel. A novela de Silvio de Abreu apostou em temas mais populares como os sertanejos Zezé Di Camargo & Luciano, o brega José Augusto e o pagode Só no Sapatinho - outro exemplo clássico de sucesso na telenovela brasileira. Além de medalhões como Elis Regina, Fafá de Belém e Gal Costa.



Na trama, dois personagens cantores interpretados por Ernani Moraes e Oscar Magrine, com direito a apresentação no palco do Domingão do Faustão, a trilha o gênero de sucesso da época: o sertanejo. Foi assim que a Globo investiu para conseguir vender as cópias da trilha nacional, tentando repetir o sucesso de 2 milhões de cópias do CD1 da novela O Rei do Gado, que em 1996 só ficou atrás do grupo Mamonas Assassinas em número de cópias vendidas.

Segundo reportagem de Cristina Padiglione "A meta é aumentar as vendas da Som Livre e incentivar a audiência". A música 'Só no Sapatinho' ficou em 29º lugar entre as mais tocadas. Ou seja a tática não deu certo!

Postar um comentário

0 Comentários