Dilma cancela pronunciamento

A presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu cancelar o pronunciamento que faria em rede nacional de Tv e rádio na noite desta sexta-feira, dia 15. Segundo alguns sites a presidente usaria o tempo para falar do processo de impeachment em que ela considera golpe e iria 'atacar' Michel Temer e Eduardo Cunha, vice-presidente e Presidente da Câmara, respectivamente.
O pronunciamento fora marcado para esta sexta, antecedendo a continuação da votação do rito de impedimento, que será no domingo, dia 17.
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o cancelamento do discurso se deve a orientação de José Eduardo Cardozo, advogado-geral da União - AGU, que avaliou que o discurso "é eminentemente político para um espaço dedicado a discursos institucionais." Ainda segundo a reportagem o discurso poderá ser exibido no sábado, dia 16, ou nas redes sociais.
Segundo o Estadão, o partido Solidariedade entrou na Justiça argumentou que a presidente usaria o espaço para fins pessoais e que o governo preferiu ser mais cauteloso para evitar mais questionamentos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.