Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Assista ao vídeo de Maria Bethânia recebendo convidados no palco


Abraçar, agradecer... Pura celebração no palco do Municipal na noite de ontem. #pmb26 #mariabethania
Posted by Prêmio da Música Brasileira on Quinta, 11 de junho de 2015

É de ManhãCaetano VelosoÉ de manhãÉ de madrugada É de manhãNão sei mais de nada É de manhãVou ver meu amorÉ de manhãVou ver minha amada É de manhãFlor da madrugada É de manhãVou ver minha florVou pela estradaE cada estrela É uma florMas a flor amada É mais que a madrugadaE foi por ela Que o galo cocorocôQue o galo cocorocõ
Posted by Jor FLoripa on Sexta, 12 de junho de 2015


Se eu quiser fumar eu fumo........se eu quiser bebereu beboEu pago tudo que eu consumo, com suor....de meu empregoConfusão eu não arrumo......mas, também não peçoarrego
Posted by Jor FLoripa on Sexta, 12 de junho de 2015


Quando o Amor VacilaMaria BethâniaEu sei que atrás deste universo de aparências,das diferenças todas,a esperança é preservada.Nas xícaras sujas de ontemo café de cada manhã é servido.Mas existe uma palavra que não suporto ouvir,e dela não me conformo.Eu acredito em tudo,mas eu quero você agora.Eu te amo pelas tuas faltas,pelo teu corpo marcado,pelas tuas cicatrizes,pelas tuas loucuras todas, minha vida.Eu amo as tuas mãos,mesmo que por causa delaseu não saiba o que fazer das minhas.Amo teu jogo triste.As tuas roupas sujasé aqui em casa que eu lavo.Eu amo a tua alegria.Mesmo fora de si,eu te amo pela tua essência.Até pelo que você poderia ter sido,se a maré das circunstânciasnão tivesse te banhadonas águas do equívoco.Eu te amo nas horas infernaise na vida sem tempo, quando,sozinha, bordo mais uma toalhade fim de semana.Eu te amo pelas crianças e futuras rugas.Eu te amo pelas tuas ilusões perdidase pelos teus sonhos inúteis.Amo teu sistema de vida e morte.Eu te amo pelo que se repetee que nunca é igual.Eu te amo pelas tuas entradas,saídas e bandeiras.Eu te amo desde os teus pésaté o que te escapa.Eu te amo de alma para alma.E mais que as palavras,ainda que seja através delasque eu me defenda,quando digo que te amomais que o silêncio dos momentos difíceis,quando o próprio amorvacila.
Posted by Jor FLoripa on Sexta, 12 de junho de 2015


Está tudo aceso....
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


Ô de casa vem ver. Luziê sambar. Por cima da onda no lindeiro. Xequerê no mar. Xerê, xexerê, xererê, exê.
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


e do amor gritou se o escândalo do medo criou se o trágico...
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


Diga que já não me quer, negue que me pertenceu...
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


Eu vou te contar que você não me conhece...
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015



Fera FeridaMaria BethâniaAcabei com tudoEscapei com vidaTive as roupas e os sonhosRasgados na minha saídaMas saí feridoSufocando o meu gemidoFui o alvo perfeitoMuitas vezes no peito atingidoAnimal ariscoDomesticado esquece o riscoMe deixei enganarE até me levar por vocêEu sei quanta tristeza eu tiveMas mesmo assim se viveMorrendo aos poucos por amorEu sei, o coração perdoaMas não esquece à toaO que eu não me esqueciEu andei demaisNão olhei pra trásEra solta em meus passosBicho livre, sem rumo, sem laçosMe senti sozinhaTropeçando em meu caminhoÀ procura de abrigoUma ajuda, um lugar, um amigoAnimal feridoPor instinto decididoOs meus passos desfizTentativa infeliz de esquecerEu sei que flores existiramMas que não resistiramA vendavais constantesEu sei, as cicatrizes falamMas as palavras calamO que eu não me esqueciNão vou mudarEsse caso não tem soluçãoSou fera feridaNo corpo na alma e no coração
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


Pedrinha Miudinha de Aruanda êLajedo tão grandePedrinha de Aruanda êQuando eu não era ninguémEra vento, terra e águaElementos em amálgamaNo coraçao de OlorumOnde queres família, sou malucoE onde queres romântico, burguêsOnde queres Leblon, sou PernambucoE onde queres eunuco, garanhãoOnde queres o sim e o não, talvezE onde vês, eu não vislumbro razãoOnde o queres o lobo, eu sou o irmão
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


Nos meus quintais, existem muitos carcarás.Quintal você deita e delira....
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015


Carcará Pega, mata e come.Carcará Pega, mata e come.
Posted by Jor FLoripa on Quinta, 11 de junho de 2015