About Me

Opinião: Cortar o sinal para os assinantes destas operadoras é que uma atitude 'besta'

Rodrigo Faro, Luciana e Ratinho e seus dispensáveis programas (Reprodução)
A RecordTV, Rede TV! e o SBT cortaram nos primeiro minutos desta quinta-feira (30) o sinal para as operadoras de TV por assinatura Sky, NET, Claro TV e Oi TV, em um ato rebelde e inconsequente. A briga das três emissoras, cada uma dentro de sua importância, questionável para muitos, compraram uma briga com as operadoras de TV paga no mesmo dia em que o sinal analógico foi desligado na cidade de São Paulo e região.

As emissoras formaram um grupo, como empresa, chamada Simba, não sei se inspirada no personagem protagonista de O Rei Leão ou do extinto guaraná. Juntas cobram das operadoras que que os sinais sejam retransmitidos no line-up que elas oferecem aos seus clientes. Segundo uma reportagem do G1, o serviço de TV por assinatura perdeu em 2016 um número gigantesco de assinantes: 311,3 mil. Em janeiro a queda foi ainda maior, 105,4 mil assinantes, em janeiro o número de assinantes somavam 18,69 milhões de pessoas.

Segundo Ibope pelo menos 20 milhões de pessoas ficarão sem assistir ao programa do Ratinho, do Rodrigo Faro e da Luciana Gimenez, cada um deles dentro de uma emissora do grupo. Em São Paulo as três operadoras somam 6,5 milhões de assinantes, tendo a NET como a líder no setor. A operadora divulga no lugar da programação destas emissoras um informe em que orienta o público a colocar o cabo da NET na televisão e assim, continuarão a receber o sinal digital.

O corte do sinal analógico, visa, um dia, tem como intenção a utilização para sinal de internet rápida. A televisão brasileira nasceu há 68 anos no país, primeiramente para um grupo mais abastado e posteriormente foi se popularizando, formando opinião, manipulação e até mesmo ajudando a eleger direta (ou indiretamente) presidentes da repúblicas. Polêmicas não faltam as emissoras, sejam elas do grupo Simba ou não. Transformaram durante o passar dos anos, um verdadeiro filão para vender de tudo, de margarina, aos tapetes persas, jóias e até barracos entre líderes evangélicos em busca de cada vez mais fiéis.

A TV é para muitos o único meio de entretenimento, tudo o que as três emissoras mais praticam nas 24horas de programação diária em que apresentam. Para o bem ou para o mal, fazem uma espetacularização de tudo, ou quase tudo, e cortar  o sinal para os assinantes destas operadoras é que uma atitude 'besta'.

Postar um comentário

0 Comentários