GERALDOPOST estreia blog sobre público LGBT - geraldopost

Opinião, Informação e Entretenimento.

GERALDOPOST estreia blog sobre público LGBT

GERALDOPOST estreia blog sobre público LGBT

Share This
Nonato (Silvero Pereira) que foi espancado pelo irmão na novela "A Força do Querer" (gshow/divulgação)
No "Dia Internacional de Combate à Homofobia" GERALDOPOST.COM estreia um blog que irá retratar através de artigos, reportagens e entrevistas o universo LGBT com a intenção de discutir políticas públicas à esta minoria que é discriminada e vítima de atos de crueldades dos mais variados tipos.

Estima-se que apenas em 2017 pelo menos 117 pessoas foram assassinadas pelo simples fato de serem lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou transgêneros. Os dados são do site homofobiamata.wordpress.com.br editado pelo Grupo Gay da Bahia - GGB, uma das mais antigas e renomadas ONGs LGBTs do país.

O Brasil é o país que mata mata transexuais no mundo, segundo relatório da GGB em 2016 foi uma morte a cada três dias no país. Em abril, em virtude do lançamento da novela "A Força do Querer" a autora Gloria Perez deu uma entrevista ao site Notícias da TV. "Sei que vou salvar vidas. Ao criar uma empatia entre o público e os transgêneros, desejo permitir que essas pessoas sejam olhadas com compreensão", explicou a autora.

A Identidade de Gênero está sendo discutida e retratada na novela das nove da Globo através de dois personagens, Ivana (Carol Duarte) e Nonato (Silvero Pereira) e através destes dois papéis GERALDOPOST irá desenvolver o trabalho de conclusão de curso da faculdade de Jornalismo e criou o blog GENEROSX.GERALDOPOST.COM que já está no ar, para discutir, publicar artistas, entrevistas e reportagens sobre o assunto.

O dia 17 de maio foi escolhido como data simbólica e é mundialmente conhecido como combate à homofobia, criado para comemorar a data em que a homossexualidade foi retirada da lista de doenças pela Organização Mundial de Saúde em 1990.

BLOG

GenerosX foi idealizado para retratar a identidade de gênero e dar igualdade aos gêneros masculino e feminino no espaço, assim como o @, que foi um percursor no assunto no começo desta década. O "x" dá neutralidade linguística ao texto, sem dar destaque para o artigo masculino ou feminino. E "GenêrosX" que pode ser o masculino ou feminino ou uma referência ao termo generosa ou generoso.

Pages