Rogéria morre aos 74 anos no Rio de Janeiro

Arquivo pessoal/Alexandro Haddad
A atriz e transformista Rogéria morreu, aos 74, na noite desta segunda-feira (4) no Rio de Janeiro, a atriz estava internada desde 17 de agosto em uma clínica no Rio de janeiro após passar mal em casa. Em Julho a atriz foi internada após sentir fortes dores, foi diagnosticada como infecção de urina. Dias depois a atriz entrou em coma e respirava com a ajuda de aparelhos.

GERALDOPOST entrou em contato com o produto e assessor de Rogéria, Alexandro Haddad, que confirmou a morte da atriz. No dia 28 de Agosto entrei em contato com o Alexandro procurando saber notícias da atriz e não fui respondido.

TIETA

A atriz pode ser vista atualmente como Ninete na reprise de "Tieta" (1989) em cartaz na faixa das 15h30 no Canal Viva, na qual ela interpretada a procuradora de Tieta (Betty Faria) que chega à cidade de Santana do Agreste e enfrenta todos os tipos e absurdos preconceitos, Ninete leva consigo Tonha (Yoná Magalhães) para São Paulo e marca a virada da personagem.

Rogéria faz parte do filme "Divinas Divas", de Leandra Leal, que concorre á uma vaga no Oscar 2018. Rogéria é ao lado de Valéria, Jane di Castro, Camille K., Fujica de Holliday, Eloína, Marquesa e Brigitte de Búzios protagonista do documentário que retrata a vida e obra da primeira geração de transformistas no Brasil.

A sua primeira personagem na Tv foi como uma repórter em "Viva a Noite" em 1986, na sequ~encia viveu Ninete em Tieta e fez uma série de participações especiais. Sua última novela foi Úrsula Andressa (Oswaldo Alvarenga) uam mulher trans mãe de Oswaldo (Werner Schunemann) um dos vilões da novela.

Interpretou em 2012 Alzira Celeste na novela "Lado a Lado", de João Ximenes Braga e Claudia Lage, novela ganhado do Emmy em 2013. Foi a primeira vez que uma trans fez o papel de uma mulher cisgênero (pessoa que se identidade com o gênero de nascimento) na televisão Brasileira.

Além de "Divinas Divas" fez outros 10 filmes, no teatro foi vedete de Carlos Machado e em 1979 venceu o Troféu Mambembe pela sua atuação em uma peça com Grande Otelo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.