Rogéria ganha homenagem no Sesc Belenzinho em SP - geraldopost

Opinião, Informação e Entretenimento.


Rogéria (1948/2017) ícone LGBT vai ganhar uma homenagem dentro do projeto "Transversando" do Sesc Belenzinho, em São Paulo. Jane Di Castro (em foto com Rogéria ao alto), Alexandro Haddad, empresário que trabalhou com a atriz, e Ricardo Gamba, roteirista, escrito e produtor de elenco, farão para uma das mais famosas travestis do país. Para GERALDOPOST, Jane disse que vai cantar em homenagem à amiga.

Com produção artística de Haddad, Jane vai interpretar canções francesas, que Rogéria gostava e interpretava em shows. Jane e Rogéria fizeram parte da primeira geração de travestis no Brasil, que faziam shows em palcos brasileiros. Ambas foram homenageadas no documentário "Divas Divinas", de Leandra Leal, que terá duas sessões dentro do "Festival Sesc Melhores Filmes" que começa dia 5 de abril no Cine Sesc.

LGBT's EM PAUTA

Edson Cordeiro durante o show "Fado" em Portugal (Divulgação)
Maio terá frandes e importantes momentos para o público LGBT nas Unidades do Sesc SP. Além de sessões com filmes LGBTs ou com personagens LGBTs no "Festival Sesc Melhores Filmes", shows com Johnny Hooker e Edson Cordeiro, dois grandes nomes da música popular brasileira, farão shows no Sesc Bom Retiro.

No Sesc Santo Amaro, a peça "O Jornal - The Rolling Stone" conta a história real do periódico "The Rolling Stone", que divulgou uma lista em 2010, com 100 nomes de homossexuais incitando os leitores a mata-los, enforcados.

HISTÓRIA

Em "Purpurinas do Bajubá: Historiografias e Memória LGBT Brasileira", no Sesc - Centro de Pesquisa e Formação, um parorama sobre a história do LGBT no Brasil. com Ramom Matheus Bortolozzi e Tulio Bucchioni. "Nada do que um dia aconteceu pode ser considerado perdido. Inspirados nos pedaços de lençol bordados e tingidos por gotas de sangue de Leonilson, tomamos a perdição em nossas mãos e dela fazemos a tinta para (re)escrever a nossa história", divulgou o Sesc em seu portal.

Em Maio, o Sesc Consolação fará programação especial sobre LGBTs, como a "Mídia LGBT", um bate-papo sobre a presença de periódicos ou meios de comunicação LGBTs no Brasil, e em julho o bate-papo com João Silvero Trevisan, um dos fundadores do jornal "Lampião da Esquina", em virtude do lançamento do documentário sobre aquele que é considerado o primeiro "jornal homossexual brasileira", que teve entre seus colaboradores o autor de novelas Aguinaldo Silva.

Pages