"Segundo Sol" peca e nova fase faz novela regredir no tempo e na criatividade - geraldopost

Opinião, Informação e Entretenimento.

"Segundo Sol" peca e nova fase faz novela regredir no tempo e na criatividade

"Segundo Sol" peca e nova fase faz novela regredir no tempo e na criatividade

Share This
A novela "Segundo Sol" chegou ao centésimo capítulo na última semana e marca uma novela fase na trama de João Emanuel Carneiro coim direção artística de Denis Carvalho. Nos últimos anos, e talvez mais precisamente desde "A Favorita" (2008), também de Carneiro, a Globo tem promovido uma virada na trama no capítulo 100, posteriormente a maioria dos autores começaram a fazer deste um capítulo especial e a parte da trama que se arrasta por mais outros quase cem capítulos.

Carneiro, inaugurou então, uma nova fórmula de fazer novela. Em "A Favorita", ele fez da mocinha uma grande vilã e a vilã uma grande mocinha, o problema disso tudo é que quando se fala em 'grande vilã', não é nenhum exagero dizer que a atriz passa a ter um destaque imensurável e suas maldades conquistam o telespectador, que torce e venera a personagem. Neste mesmo compasso, ma mocinha passa a ser uma personagem boba e chata.

Em "Segundo Sol" a personagem Luzia (Giovanna Antonelli) caiu em uma nova armadilha ministrada por Laureta (Adriana Esteves) e Karola (Deborah Secco) e novamente está foragida da polícia e acusada de um crime que, supostamente, não cometeu. O começo da novela foi este mesmo enredo, em uma trama rocambolesca, para defender Miguel (Emílio Dantas) ela empurrou o marido que bêbado caiu de um penhasco e morreu, passou mais de 70 capítulos fugindo da polícia se passando por outra pessoa.

Nesta fase final da novela, que acaba em novembro, a marisqueira, viverá um novo inferno astral, ao ser flagrada ao lado do corpo de Remy (Vladimir Brichta), vai continuar fugindo da polícia e vai jurar vingança contra as duas vilãs da novela. A morte de Remy, que iria acarretar um mistério à trama, no melhor estilo "Quem Matou?", caiu por terra, já que no capítulo de segunda-feira (10), Laureta disse com todas as letras que tinha sido a mandante do crime, ou seja, esta parte final estará exclusivamente direcionada à luta de Luzia em provar a inocência e em se vingar da dupla Karola e Laureta.

A novela mostra como o enredo do músico que "fingiu" a própria morte se beneficiou de todas as mordomias ao ver sua fama, até então em decadência, era totalmente fragilizada. No texto oficial da novela, encaminhado para a imprensa, em abril, o protagonismo de Luzia era evidente. “A novela é um drama familiar, a luta dessa mulher para recompor sua família e sua vida. A grande força dessa história são os laços familiares e a chance que todos nós merecemos de começar de novo”, pontuava o autor João Emanuel Carneiro, no texto para a imprensa.

Agora nestes últimos 50 capítulos, Luzia voltou á estaca zero e ela começará a lutar para se vingar e para provar que é inocente, não só para a polícia, mas para o grande amor de sua vida Beto Falcão, que idiota que só ele acredita que ela matou seu irmão. Os próximos capítulos serão marcados por reviravoltas que irão movimentar ainda mais esta trama, Galdino (Narcival Nunes), o capataz de Laureta, vai traí-la se aliando a Luzia, a partir daí as duas serão vítimas de armações de Luzia e Roberval (Fabrício Boliveira), outro que vai querer se vingar da cafetina.

Pages