Segundo organizadores, "Parada do Orgulho LGBT" teve 3 milhões de pessoas - geraldopost

Opinião, Informação e Entretenimento.

Segundo organizadores, "Parada do Orgulho LGBT" teve 3 milhões de pessoas

Segundo organizadores, "Parada do Orgulho LGBT" teve 3 milhões de pessoas

Share This

A 22ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (Foto divulgação) que aconteceu neste domingo (3), na Avenida Paulista, teve presença de celebridades como Wagner e Ana Clara, ex-integrantes do Big Brother Brasil, e a grande vencedora do programa Gleici Damasceno. A "Parada LGBT" teve shows da cantora Anitta (no trio da Skol) e de Pabllo Vittar (no trio da Uber). A estimativa de público, segundo os organizadores, é de 3 milhões de pessoas.

A manifestação pacífica, uma das maiores Parada LGBTs do Mundo, teve a presença de diversos políticos como o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB-SP), que foi vaiado durante o discurso. Além da vereadora Soninha Francine (PPS) e da presidenciável Manuela D'avilla (PCdoB). A viúva de Marielle Franco, Mônica Benício, também discursou.

HOMENAGENS

Marielle Franco foi homenageadas em diversos eventos ligados à Semana da Diversidade, que teve eventos em diversos lugares e de diversas linguagens. Na sexta-feira (1º), no "Prêmio Cidadania", promovido pelos mesmos idealizadores da "Parada LGBT", Marielle foi homenageada com um discurso de Mônica:


"Marielle, assim como eu, era militante dos Direitos Humanos e lutava pelas nossas causas, uma das bandeiras dela era a garantia do direito da nossa comunidade LGBT. E é fundamental que continuemos nesta luta. O crime de Marielle, de uma certa maneira queriam nos silenciar, e continuemos na luta na rua resistindo e mostrando para eles que nem Marielle e nem nós seremos silenciadas, vamos juntos", disse Monica.

Pages