About Me

Bolsonaro avalia recriar Ministério da Cultura sob comando de Regina Duarte, afirma jornal

Segundo o jornal O Globo, o presidente da república, Jair Bolsonaro, avalia recriar o Ministério da Cultura caso Regina Duarte aceite a vaga de Roberto Alvim, que foi demitido sexta-feira (17) após citar frase nazista em um discurso em vídeo.



Regina Duarte pretende encontrar com Bolsonaro para entender melhor o que ele espera da sua gestão. Caso a atriz aceite e vire Ministra da Cultura o seu salário será de quase R$ 31 mil (R$30.934,10), pouco mais que o dobro de Alvim, que era secretário e recebia R$ 15.359,19). A Secretaria de Cultura era subordinada ao Ministério da Cidadania, mas em Novembro de 2019, foi transferida para o Ministério do Turismo, após desavenças do titular da pasta de Cidadania. Ainda segundo O Globo, a ideia de recriar o Ministério da Cultura foi debatido ao telefone com a atriz.

Em um ano de Governo, Regina Duarte pode ser a quarta a liderar a pasta de Cultura. Henrique Rios caiu após uma polêmica envolvendo filmes com temática LGBT, depois Ricardo Braga saiu para o Ministério da Educação, em Outubro.

EM FAMÍLIA

Regina Duarte passa o final de semana em família e já pensa em alguns nomes para compor sua eventual equipe, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Como o ator Carlos Vereza, também entusiasta do Governo Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Longe da TV desde Outubro quando acabou a reprise de Por Amor, na faixa do Vale a Pena ver de Novo, na Globo. Seu último trabalho inédito na TV foi a novela Tempo de Amar, de Alcides Nogueira, em 2017. Em 2018, a atriz protagonizou a peça O Leão no Inverno, que passou por várias cidades do país e foi indicada ao Prêmio Shell de Teatro.


Segundo o colunista da Veja, João batista Jr., a atriz tem um salário de R$ 60 mil mensais, quando está no ar a atriz dobro o cachê. A Glovo confirma que a atriz está com contrato vigente com a emissora e ainda segundo a Veja, a atriz ainda não notificou a emissora sobre o assunto.

Postar um comentário

0 Comentários