MÚSICA: Justin Bieber e Ivete Sangalo fenômenos de rentabilidade e falta de talento, em seus paises

A melhor forma de falar sobre Justin Bieber é compara-lo com Ivete Sangalo (quando se fala em subcelebridade brasileira) é uma mistura de fenômeno de rentabilidade e falta de talento

Ethan Miller/Getty Imagens

Justin Bieber e suas músicas melosas e chatas, a celebridade canadense é um dos maiores fenômenos mundiais, a terceira celebridade mais bem paga do mundo que vende desde suas músicas chatas a escova de dentes e esmaltes, é a promoção de vulnerabilidade humana, que usa a imagem do menino de rosto angelical para lucrar (foram U$ 53 milhões só em 2010).
Mas Justin não está sozinho nessa, metralhado pela imprensa brasileira, o cantor teen (uma das área mais rentáveis mundialmente falando) pode ser comparado com a bestialidade do axé no Brasil, é a mesma coisa que falar de Ivete Sangalo, um fenômeno brasileiro que promove a baixaria e a falta de talento. Justin e Ivete são sem sombra de dúvida, dois grandes exemplos da porcaria que a música virou no mundo.
Morre-se talentos como Amy Winehouse, mas ficam as nojeiras como Claudia Leite, Petra Gil, Sandy e Wanessa, fora os já citados acima.

2 comentários

Moda e Música disse...

Deixa de ser ridiculo!!

A Ivete, é muito talentosa!
E quase um patrimônio Nacional!!!

Geraldo Ramos Junior disse...

Eu ridículo. Você curte Ivete Sangalo, não sabe escrever uma palavra corretamente e eu que sou ridículo. Mas obrigado por postar seu comentário aqui, será sempre publicado e comentado.

Tecnologia do Blogger.