"Para os homofóbico, prisão" diz Daniela Mercury


"Esses momentos de luta são essenciais que temos uma sociedade organizada, que não vai se deixar violentar a toa. O ideal é que a a sociedade toda, que a faça uma Parada com todos os héteros presentes com todas as pessoas curtindo.. Que é uma grande festa de afirmação, de celebração de vida, e do amor entre as pessoas do mesmo sexo" disse a cantora Daniela Mercury em entrevista ao site UOL.
Daniela vai abrir hoje em São Paulo a Virada Cultural com show na praça Julio Prestes, em 2 de junho vai cantar em um dos trios elétricos da 17ª Parada Gay de São Paulo.
Tecnologia do Blogger.