#Rio 2016: Justiça proíbe COI de tirar manifestantes das "Arenas"

Reprodução do Vídeo publicado pelo "Mídia Ninja"
As manifestações que assolam o país chegaram nas Olimpíadas Rio 2016 com força, no Rio de Janeiro um protesto fez com que a rota da Tocha Olímpica fora modificada quando passava por Copacabana, no começo da tarde de sexta, dia 5. Na orla uma multidão de pessoas dividiam espaço para tirar fotos da Arena do Vôlei de Praia, do Copacabana Palace e dos Anéis Olímpicos.

O juiz federal João Augusto Carneiro Araújo concedeu uma limitar que proíbe o Comitê Organizador dos Jogos do Rio-2016 em reprimir ações pacíficas nas Arenas, seguranças foram flagrados nesta segunda-feira, dia 8, retirando manifestantes das Arenas. No sábado, dia 6, logo após o jogo do Brasil, no Vôlei de Praia, cerca de cinco pessoas com 'placas' de #ForaTemer passaram a gritar ordem de saída ao presidente interino, Michel Temer (PMDB).


No tuíte acima postado no Twitter, duas mulheres criticam as ações de proibição, a foto acima foi extremamente publicada nas redes sociais.

Nos jogos noturnas diversas manifestações eram ouvidas durante as três primeiras partidas, a última partida não foi acompanhada por GERALDOPOST.COM. A decisão do juiz tem como alvo os governos estaduais e federais, além do Comitê Organizador. "Os réus se abstenham de impedir a manifestação pacífica de cunho político através da exibição de cartazes, uso de camisetas e de outros meios lícitos nos locais oficiais dos Jogos Olímpicos Rio-2016", afirma a decisão.

Os manifestantes estavam sendo proibidos de entrar nos locais de provas e competições nesta segunda-feira, um vídeo publicado no Facebook, pela Mídia Ninja, mostra uma das ações da Força Nacional.


Se não cumprir a decisão do juiz a multa será de R$ 10 mil por cada ato de repressão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.