Gaby Amarantos metralha Silvio Santos: 'Vocês tão mal se ícone viu' - geraldopost

Opinião, Informação e Entretenimento.

Gaby Amarantos metralha Silvio Santos: 'Vocês tão mal se ícone viu'

Gaby Amarantos metralha Silvio Santos: 'Vocês tão mal se ícone viu'

Share This

A cantora Gaby Amarantos metralhou o apresentador e empresário Silvio Santos em seu perfil no Twitter, disse questionou as pessoas que acham o apresentador um ídolo e criticou o fato de tê-lko como um ícone: "Sério que vcs acham Silvio Santos ídolo? O cara fez a gente crescer vendo-o ridicularizar negros/mulheres/gays/plus e ganhar mídia com isso. Cês tão mal se ícone viu, ñ dá mais pra normalizar isso!".


Gaby postou as mensagens repercutindo o vazamento de imagens e informações do Programa Silvio Santos que foi gravado nesta semana com a participação de Preta Gil e David Brasil. Durante o programa ele pede ajuda para a cantora e para o promoter a identificar "um homem gay" em (mais) uma brincadeira de péssimo gosto do apresentador. Na ocasião, a cantora ainda foi ridicularizada quando questionada por "estar acima do peso", que é justamente por isso que a cantora Gaby Amarantos, tanto critica o apresentador.

Há duas semanas o apresentador usou três personalidades do mundo LGBT, David Brasil, Gominho e Pabllo Vittar durante o quadro "Jogo das Três Pistas", em que as participantes Karina Bacchi e Cristiana Oliveira, deveriam adivinhar o que os três tinham em comum, e a resposta era um termo bem pejorativo: "Bichas". Como as duas participantes não souberam responder a plateia foi acionada, como manda o regulamento da brincadeira, e logo surgiram uma série de gozações: "homossexual", "gay", "travestis" sempre às gargalhadas, entre outros adjetivos.

A 'brincadeira', causou polêmicas nas redes sociais e foi minimizada por Pabllo Vittar em uma entrevista ao TV Fama"Eu acho que a gente tem que pegar esses nomes que as pessoas se referem a gente e levar para o nosso lado como um adjetivo e não como um xingamento. Eu encaro a palavra bicha como um empoderamento. Eu não sou bicha, não. Sou bichérrima, bichona! Eu sou mais do que bicha! Viva as bichas e é isso. Não me ofende, porque eu pego essas palavras para mim como uma forma de empoderamento", disse a drag queen cantora, e um dos maiores fenômenos da música pop brasileira.

Em 2017, a cantora em entrevista ao TV TRIP falou sobre sua carreira e sobre as mensagens que recebe, além das críticas nas redes sociais."É muito revolucionário no sentido de dar a cara a tapa. São as ‘bis’ afeminadas que estão na posição de frente, que são apontadas, que levam lâmpada na cara. A gente tem que apoiar mesmo e levantar essa bandeira. Se hoje estou dando uma entrevista montada de drag, é porque muita gente morreu e sofreu preconceito para que eu ocupasse esse espaço", porém lembrou de um ataque homofóbico. "Uma vez, estava na fila da merenda conversando com uma amiga e um menino virou um prato de sopa quente na minha cara. Na cabeça dele, eu tinha que agir como um homem, falar com voz de homem, ser homem", disse a cantora ASSISTA AQUI.

"PARECE BICHINHA"

Em 2016, o apresentador disse em seu programa que o ator João Guilherme Ávila parecida uma bichinha, por estar com o lábio pintado. O Grupo Gay da Bahia, pensou em processar o apresentador. "Consideramos um insulto, ultraje a nossa população LGBT, falar essas coisas tronou-se entretenimento popular. Entretanto, ponderamos, considerando a relação que temos aqui em Salvador com a TV Aratu, uma emissora que possui excelente currículo de serviços prestados a Bahia, e nossa população", disse Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia - GGB na época, em entrevista EXCLUSIVA ao especial GERALDOPOST.

Mas esta denúncia foi logo ponderada, já que na visão de muitos atores transformistas o apresentador foi o primeiro a dar espaço para transfomistas na TV. Esta não é a primeira vez que Silvio Santos faz declarações homofóbicas no seu programa. Porém, muitas das vezes estas declarações são minimizadas por todos, por se tratar de um dos maiores apresentadores da televisão brasileira e dono de um grupo de empresas, como SBT e Jequiti"Chega ser curioso, porque gatos e cachorros possuem essa necessidade de expressar contra LGBT, esse pessoal da televisão vem de uma tradição que fazer piadas, discriminar LGBT era entretenimento popular, diversão para a família nas tardes de domingo. Jorge Lafond, morreu por causa desse tipo de preconceito, eu não tenho dúvida disso, depois do encontro fatídico com Padre Marcelo Rossi, a alma dele vai arder no fogo por isso", disse Marcelo Cerqueira.

Pages