About Me

OPINIÃO: Limitar a sacolinha ou a sua mentalidade?

"Se em oito meses nasce uma nova vida, poderá nascer também uma nova mentalidade."
Na última semana uma polêmica envolvendo a Sacolinha plástica dos supermercados está movimentando as redes sociais e sites de um modo geral, a comercialização do produto derivado do petróleo que poluí o mundo em que vivemos, levando mais lucro aos bolsos dos representantes públicos, disfarçada de proibição da sacolinha útil - dependendo do ponto de vista - no dia-a-dia.
Tenho uma amiga, que há anos vai ao supermercado com sua eco-bag e junto à ela, sua vasilha para guardar os frios que compra para o café matinal. Aí aquele mais detalhista vai dizer, vasilha plástica, qual é a diferença? Óbvio que a diferença é a rotatividade que a vasilha e a sacolinha são trocadas, ninguém joga uma vasilha pela janela, ao contrário da sacolinha, que muitos fazem isso.
O pior de tudo é o cego que não quer ver, este debate reascende uma velha discussão: "a hora do voto", até que pontos, nós eleitores, cidadãos e grande massa consumidora, temos este poder? Será mesmo que você sabe votar certo? Eis que te pergunto, se sabe, por que está elegendo o mesmo governador (metaforicamente afinal, foram três diferentes nomes, mas do mesmo partido) há dezesseis anos.
E o pior, um prefeito eleito duas vezes que apareceu anexado à um dos governadores, é isso aí. Antes de vir às ruas, sites, blogs e etc, falar bobagem, o melhor a fazer é pensar direito na hora do voto. Que será daqui oito meses.
Se em oito meses nasce uma nova vida, poderá nascer também uma nova mentalidade.
Fica a Dica!!!

Postar um comentário

0 Comentários