About Me

Filme é censurado na estreia do Festival Mix Brasil, por ter autoridade na plateia


O filme Interior. Leather bar. foi censurado na exibição na estreia do 21º Festival Mix Brasil na noite de quinta (7), questionado pela reportagem da Folha de S. Paulo o organizador do eventos, André Fischer disse que "Não dá para mostrar um monte de paus para  as autoridades", foi uma sequência de sexo oral entre dois homens.
A 'versão cinema' como é chamado por Travis Mathews, diretor di filme ao lado de James Franco, foi exibido na sala principal. Em outra uma cena foi cortada pelos próprios diretores para que fosse comercializado nos Estados e Europa e na terceira sala a versão original sem cortes.
Entre os convidados o Secretário Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Rogério Sotilli, o secretário de Estado da Cultura, Marcelo Araújo.
Ainda segundo a reportagem da Folha André Fischer disse nesta sexta (8) que o filme de "abertura é um momento em que se convida pessoas, tem que ser um filme mais abrangente" e e que por isso nunca exibe filmes com classificação etária 18 anos.
Cerca de 1 minuto (e não quarenta como divulgado anteriormente)  foram censurados, que mostra a história do policial Friedkin (Al Pacino) que passa a frequentar boates sadomasoquistas da noite gay de Nova York para desvendar um crime e os cortes foram necessários para que fosse exibido em circuito comercial.
Assim como em São Paulo o filme será exibido na versão cinema para as autoridades do Rio, no começo de dezembro. Ainda em São Paulo será exibido outras duas vezes, na versão sem corte, segundo a reportagem.

Exibição neste sábado (9) às 22h no Cine Sesc. Que conta com exibição às 18h30 de "Eu Vou Lhe Dizer Tudo" e às 20h15 de "Além da Fronteira".